Dicas (3)

Posted in Fotografia on setembro 13, 2010 by Amanda Oliveira

Canequinhas em formato de lentes ? É de verdade, não é Photoshop!

Curiosidades fofinhas desse mundo consumista em que habitamos…

Onde encontrar:

http://www.canonmugs.com/

Achei lindas todas elas… Quero de presente de natal!

Fotográfos tampa de Crush (3)

Posted in Fotografia, Fotográfos Tampa de Crush on setembro 9, 2010 by Amanda Oliveira

Quando eu era criança, vi uma revista importada do meu irmão mais velho, nela continham as 100 melhores fotos do século. Eu olhava sem parar, para decorar mesmo e lembro  da primeira vez que eu me interessei pelo tema Guerra e Afeganistão, foi quando eu vi a foto entitulada “A menina afegã” de Steve McCurrry.

Creio que o que me chamava atenção nessa foto, não eram apenas os maravilhosos olhos claros e extremamente verdes da garota, mas o rosto assustado dela e o fato de sua terra estar em guerra. Eu gostava de imaginar que em qualquer outro lugar no mundo, havia uma menina igualzinha a mim, que gostava dos mesmos doces, das mesmas brincadeiras, tinha os mesmos trejeitos e a mesma estrutura corporea. O que me deixou assustada foi pensar como poderia haver alguém tão diferente de mim, que podia acordar ou não no outro dia e não podia brincar como eu, pois teria que ficar alerta por causa do lugar no qual vivia…

Steve McCurry foi o primeiro fotográfo que me fez pensar nessa questão social, sem que ao menos eu soubesse o que era uma questão social.

Ficou conhecido por essa foto feita para a National Geographic, mas se você pesquisar suas imagens verá o quão maravilhoso é o seu trabalho. Estudou cinematografia, mas acabou se formando em Artes cenicas e utilizou sua formatura maravilhosamente bem, se disfarçando em sua missão de fotografar zonas de conflito.

Deixo vocês com um pedacinho do documentário que buscou a identidade da garota afegã que tanto me causava estranheza e encantamento e construiu um pedaço do que sou hoje (Quem conseguir encontrar esse doc inteirinho por favor me avisa! Tentei nas livrarias e não consegui…):

Dicas (2)

Posted in Fotografia on setembro 8, 2010 by Amanda Oliveira

Que saudade!!!

Vim aqui depois de um longo e tenebroso inverno dizer que voltei!

E dar uma dica de pesquisa muito boa para vocês:

Liu Bolin, nascido em 1973 em Shandong, China.

Conheci esse artísta numa palestra,  numa livraria em Curitiba, depois disso pesquisei feito doida a vida dele, mas valeu a pena pela beleza de suas criações, estranhas criações “trasparentes”, contestadoras, questionadores e inspiradoras.

Não é a toa que ele foi apelidado de: O homem invisível. Ele consegue se camuflar em lugares impossíveis e registra as imagens de uma meneira que você se questiona se aquilo é computação gráfica ou verdade (a eterna pergunta da fotografia contemporânea, afinal os novos fotográfos sempre podem contar com o Photoshop, pro bem ou pro mal).

É um camaleão que sabe como posicionar-se diante da câmera e fazer você questionar-se sobre o que o inspira e a resposta é: Tudo inspira esse artista!

Bem, inspirem-se com suas idéias e imagens!

Dicas (1)

Posted in Fotografia on agosto 7, 2010 by Amanda Oliveira

Diquinha de final de semana, para quem tá no friozinho como eu, um sofazinho e um fime sobre uma das melhores fotógrafas midiáticas dos últimos tempos – Annie Leibovitz: A Vida Através das Lentes.

Ela consegue visualizar indivíduos com uma clareza e uma delicadeza e ao mesmo tempo com força e vivacidade

Bem fica o trailer e espero muito que vocês assistam ao filme!

Máquinas super poderosas!

Posted in Fotografia on agosto 3, 2010 by Amanda Oliveira

Perguntas vindas de BH : qual a melhor câmera? A melhor câmera na realidade é aquela que trabalha junto com um ótimo fotógrafo, para este não tem câmera ruim, afinal fotografia é aquilo que ele vê, como  vê a vida e como ele consegue eternizar aquele momento fazendo todos sentirem sem precisar explicar com palavras o que se passava na hora da captação da imagem, para mim tá valendo desde uma instamatic, holga até o mais avançado que clica quando você respira!

Por enquanto, tenho sido feliz com a minha D40x! Ela faz o trabalho profissional divinamente e suporta todos os tipos de lente, o ruim é que ela não tem bateria extra… Mas tem um nível de ruído muito baixo, então você não vai ter que conviver com este problema!

Mas vamos ao que interessa, se é uma reflex que você quer então temos duas melhores opções: Nikon e Canon. Entre as duas vou falar da que mais conheço.

Prefiro a Nikon, pois foi uma delas que aprendi a fotografar!

Entre as Nikon eu compraria uma D90 que, além de fotografar, filma em HD!

Você tem que ficar de olho nas especificações da câmera e nas vantagens das lentes extra, para ver se o preço compensa a compra!

Para facilitar sua vida na característica das máquinas e na sua escolha, encontrei um ótimo site que especifica tudo muito direitinho e você que é amador ou não vai entender mais um pouquinho sobre as câmeras, tanto as convencionais, quanto sobre as profissionais ou reflex! (clique aqui)

Uma outra dica é conversar com algum fotógrafo de sua cidade (se você conseguir entrar no santo dos santos e falar com a quarta pessoa da trindade de sua cidade) e perguntar mesmo e ler muita coisa sobre fotografia antes de comprar a sua câmera, porque pode ser que você não se familiarize com nenhuma das minhas dicas aqui! Para ser bem meiguinha, você precisa ser o melhor amigo de sua máquina ou o contrário também pode ser!

Bem, espero que tenha ajudado um pouquinho.

 

 

 

Mais cor!

Posted in Fotografia on julho 26, 2010 by Amanda Oliveira

Recebi um e-mail de um grande amigo, perguntando algumas coisas sobre Photoshop e sempre se levantam algumas considerações… modificar ou não nossas fotos, eis a questão!

Antigamente tinhamos os reveladores que ajudavam a conseguir a tonalidade que o fotográfo desejava nas fotos, dependendo do tempo que as fotográfias passavam imersas nos reveladores eles teriam tons deiferenciados, tanto as  P&B, quanto as fotografias coloridas, além dos filtros que hoje em dia graças a Deus permanecem, podem no oferecer cores mais vibrantes, vivas, azuis, amarelos, vermelhos mais reais, quase como se pudessemos tocar nas dentro das fotografias, estar dentro delas naquele exato momento em que olhamos para elas!

Os reveladores praticamente sumiram diante do digital, então criaram o Photoshop, que não serve apenas para tirar rugas ou imperfeições, ele é muito mais do que isso, é uma tecnologia maravilhosa quando não usada apenas para retoques “fúteis” de gordurinhas localizadas! Ele pode ajudar na beleza e arte de nossas fotografias também (só ajudar, porque se você não for um bom fotográfo e não tiver o dom pode desistir… sorry)!

Então vamos ao que interessa, como deixar nossas cores e profundidades mais reais, diante do advento do digital, de uma forma mais simples?

Então vamos a um caminho bem simples tá?!

Selecionem a foto a ser editada e o caminho é esse:

Image >> Adjustments >> Selective color

E voilá! Lá estão as cores!!!

Por esse caminho encontramos também os filtros de foto e várias outras maravilhas tecnológicas!

Atenção! Salve sua foto editada como cópia, para não perder a original.

Esse é o passo mais simples que eu posso ensinar por aqui, tem alguns mais elaborados, criando camadas, mas esse só fazendo um curso ou mexendo muito em seu photoshop em casa e é claro sempre pegando dicas nos tutoriais, tem exelentes tutorias de Photoshop espalhados pela rede!

Esse por exemplo > http://www.youtube.com/watch?v=-kIkarvhoa8&feature=channel

Espero que tenha ajudado!

Será que alguém lê isso aqui? hehehehe…

Fotográfos Tampa de Crush (2)

Posted in Fotográfos Tampa de Crush on julho 21, 2010 by Amanda Oliveira

Assistindo uma de minhas aulas, me deparo com uma revelação maravilhosamente chocante…

Além de arrastar um séquito de fãns apaixonadas pelos seus filmes,  seus pequeninos conhecidos olhos charmosos e seus cabelos grisalhos que arrancam suspiros, ele é fotográfo e um exelente fotográfo.

Estou falando de Richard Gere!

Sinceramente confesso que tomei um susto ao saber que o Galã de “Uma linda mulher”, sassaricava pelo mundo com sua máquina na mão e lançou um livro, todo em preto e branco, baseado em um  maravilhoso documentário fotográfico de suas andanças pelo Tibet.

Não é um livro com técnicas fotográficas arrojadas, mas de beleza e poesia em cada imagem, você consegue sentir a atmosfera do local, ver o que ele conseguiu enxergar através de suas lentes.

A beleza do livro também está na causa, ao comprar um exemplar, ajudava-se o povo do Tibet. Também por isso ele é o número 2 em minha lista dos bam-bam-bans!

Esse livro teve uma tiragem muito pequena, logo já está esgotado, portanto se você achar um exemplar de “Pilgrim” dando sopa por aí, agarre-o e envie para mim, ficarei eternamente grata e feliz. (risos)